Como ajudar seu filho a aprender matemática? Saiba aqui!

aprender matemática
9 minutos para ler

Você sabe quais são as melhores estratégias a serem aplicadas para o seu filho aprender matemática? Em muitos casos, essa não é uma tarefa tão simples, tendo em vista que se trata de uma matéria vista como uma das mais difíceis no currículo escolar.

Em alguns casos, as crianças podem apresentar problemas na aprendizagem por sentir medo da disciplina, antes mesmo de conhecê-la. Pensando nisso, elaboramos este artigo com dicas incríveis para facilitar esse processo. Acompanhe!

Insira a matemática nas brincadeiras

As brincadeiras podem ser ótimas aliadas no processo de aprendizagem das crianças, e com a matemática não é diferente. Isso porque, por meio desse tipo de entretenimento, é possível estimular o raciocínio lógico do seu filho.

Como exemplo, podemos citar amarelinha, esconde-esconde, pega-pega e demais. Afinal, a matéria engloba muito mais que números, mas também, o entendimento sobre forma, espaço e medida, importante para o raciocínio matemático.

Invista em jogos educativos

Existem alguns jogos que podem ser bastante eficazes nesse processo, como os quebra-cabeças, que promovem o desenvolvimento geométrico da criança. Uma boa alternativa é o tangram, espécie de quebra-cabeça chinês, constituído pelos formatos geométricos. Com ele, a criança é desafiada a montar figuras diferentes.

Destaque os pontos fortes

Muitos pais optam por entender quais são as principais dificuldades dos filhos para entender matemática, e trabalhar em cima disso. No entanto, essa pode não ser a estratégia mais adequada, pois focar os pontos fracos pode gerar uma sensação de medo e frustração em relação à matéria.

Por esse motivo, o ideal é atuar, justamente, com os pontos fortes da criança, fazendo com que ela fique mais confiante e engajada a entender a disciplina. É muito importante despertar nela o pensamento de que é possível adquirir esse aprendizado. Afinal, confiança é o primeiro passo para um resultado satisfatório.

Nesse caso, você pode começar com tarefas mais simples e básicas dentro do tema que ele apresenta um maior bloqueio. Fique nelas por um tempo e, gradativamente, vá aumentando o nível de dificuldade, com toda a tranquilidade, para que nenhum imprevisto leve a pensamentos negativos que façam com que seu filho rejeite a matemática de vez.

Valorize o esforço da criança

Ao longo da trajetória de aprendizado, é muito comum que seu filho apresente maior facilidade ou dificuldade em certos temas. Por isso, é necessário ter paciência com todos os erros que a criança possa cometer.

Dessa forma, dê valor ao esforço que ela está fazendo para entender a matemática, além de estar sempre disposto a motivar o seu desenvolvimento.

Tente evitar que a criança tenha medo de matemática

É comum que as pessoas da própria família afirmem para as crianças que elas precisam dar uma atenção maior à matemática por ser uma disciplina mais difícil que as outras. Esse é um erro que pode interferir muito no processo de aprendizagem, já que o filho é influenciando negativamente a respeito do assunto.

Uma prática importante para fazer seu filho aprender matemática é mostrar que se trata de uma matéria comum, como qualquer outra, tirando esse conceito de ser algo muito difícil para a cabeça da criança. Essa barreira precisa ser desfeita, e essa ação pode ser fundamental para a retirada desse bloqueio.

É importante que os pais entendam que mudanças ocorrem a todo momento e, caso eles tenham passado por situações difíceis em relação ao conhecimento da matemática por meio de usos tradicionais, já é possível construir esse entendimento de forma mais simples. Com o avanço da tecnologia, diversos recursos podem ser encontrados para ajudar nesse processo e mostrar que a disciplina não é esse bicho-de-sete-cabeças.

Explique que é preciso entender, e não apenas decorar

A matemática é uma matéria exata, por isso, é composta por vários números e fórmulas. Devido a esse fato, é normal que os alunos busquem decorá-las, em vez de entender o conceito real.

Então, é fundamental explicar para o seu filho que, quando a disciplina é entendida, fica muito mais fácil resolver as questões. Afinal, o conhecimento possibilita a identificação dos melhores caminhos para solucionar os exercícios.

Evite as cobranças

É fato que todos os pais desejam que os filhos tenham um ótimo desempenho escolar e conquistem as melhores notas. Porém, é preciso ter em mente que esse objetivo pode não ser alcançado, já que dificuldades podem acontecer no caminho de qualquer pessoa.

Por isso, é necessário ter cuidado e evitar um nível exagerado de cobrança. Ser muito rigoroso quanto a isso pode prejudicar bastante o entendimento da criança em relação à matemática, já que ela vai se concentrar mais em mostrar os resultados desejados por seus pais do que, realmente, aprender a disciplina.

Utilize representações visuais e gráficas

Usar livros didáticos com representações visuais e gráficas sobre problemas de matemática é uma ótima opção na busca pelo desenvolvimento da aprendizagem relacionada à matéria.

Entre os pontos positivos do uso desse tipo de ferramentas está a possibilidade de tornar o conceito que está sendo estudado menos abstrato e mais palpável. Isso porque observar a aplicação de certa operação matemática de forma visual pode ser uma prática relevante para o entendimento das crianças.

Insira a matemática no dia a dia

Antes de ajudar a criança a aprender matemática, é importante compreender o que está sendo estudado por ela na escola. Assim, é possível estabelecer uma comunicação mais próxima e efetiva entre vocês, contribuindo para a inserção da matéria em diversas situações cotidianas.

A matemática pode ser aplicada de várias formas na rotina. Por exemplo, quando for ao supermercado, seu filho pode ser o responsável por pegar os legumes, verduras e frutas, que podem ser medidos em unidades ou por peso.

Outra maneira é colocá-lo para comparar os prazos, observar a quantia que vem em cada embalagem, definir o mais barato, entre outras atividades que vão fazer com que ela tenha contato direto com unidades de medida, adição, subtração, entre outros aspectos relevantes para o estímulo à aprendizagem.

Pense na aplicação dos recursos de gamificação e storytelling

As estratégias de gamificação e storytelling também podem ser boas aliadas para ajudar as crianças a aprender de forma dinâmica e divertida. Mas, antes de tudo, é importante que você entenda como elas funcionam.

A gamificação se trata de uma metodologia que utiliza a linguagem e o dinamismo aplicados nos jogos para educar. Por isso, nos casos de dificuldade em aprender matemática, principalmente, nas resoluções de contar e nos problemas, uma tática é propor para a criança que aquela atividade é como se fosse uma espécie de vilão de um jogo, e que ela é um super-herói que deve vencê-lo.

Essa contextualização vai fazer com que ela se engaje em superar o desafio, além de transformar essa tarefa em um momento mais leve e propício para a retenção de conhecimento.

Já o storytelling é uma tática parecida, que tem seu conceito envolvido com a contagem de histórias. Então, caso seu filho esteja com dificuldade para entender algum tema relacionado à matemática, é possível utilizar palitos, lápis e demais objetos para facilitar a visualização do problema. Uma opção é contar uma narrativa que faz parte da rotina de estudos para gerar uma maior compreensão do contexto.

Utilize as ferramentas de aprendizagem

Um conceito moderno e muito adequado à inserção das inovações tecnológicas na vida de qualquer pessoa está no uso do Mangahigh. Trata-se de um site desenvolvido para disponibilizar conteúdos didáticos por meio de games, o que permite uma melhor compreensão dos conceitos matemáticos.

São diversas atividades e quizzes envolvidos, que estimulam a aprendizagem de uma maneira lúdica. Assim, reduz as barreiras, medos e preconceitos, por meio de um procedimento adequado ao momento atual e aprimorado, quando comparado com os métodos tradicionais de ensino.

Além disso, a ferramenta viabiliza o acompanhamento dos professores por meio de relatórios estatísticos disponíveis na plataforma. Isso possibilita a avaliação do desempenho e aproveitamento de cada criança e demais indicadores.

O melhor é que essa análise pode ser feita de forma individual, ajudando o professor e os pais a identificar as limitações e avanços, permitindo a construção de práticas a serem aplicadas para gerar um melhor aproveitamento e retenção significativa da matéria por parte da criança. Entre as principais vantagens desse recurso, podemos apontar:

  • capacidade de adaptação, tendo em vista que cada jogo envolve diferentes tópicos de aprendizagem, sendo projetado para se adequar de forma dinâmica em todos os graus de dificuldade, de acordo com a capacidade de cada criança;
  • automaticidade, considerando que o funcionamento dos jogos leva os usuários a empregar mais esforços para atingir os melhores resultados;
  • autoaprendizagem e disciplina, já que estimula a capacidade e a curiosidade da criança em observar, criar ideias, testar soluções etc;
  • aplicação teórica, pois disponibiliza cenários que levam da prática à teoria, o que aumenta o interesse e a busca por sua aplicação no cotidiano.

Agora que você entende quais estratégias podem ser usadas para ajudar seu filho a aprender matemática, não deixe de colocar as dicas em prática agora mesmo. A participação da família, com o auxílio da escola para complementar o processo de desenvolvimento, é essencial na rotina de qualquer criança.

Gostou do assunto e quer entender um pouco mais sobre outros temas relevantes relacionados à educação? Então, aproveite sua visita no blog para baixar o e-book Como acertar na escolha da escola para o seu filho!

Sharing is caring!

Você também pode gostar

Deixe um comentário