Cozinhar com crianças: como isso ajuda no aprendizado?

cozinhar com crianças
6 minutos para ler

Cozinhar com crianças pode ser incrível, sabia? Afinal, dentre tantos benefícios, a experiência é uma boa pedida para incentivar a alimentação saudável, ensiná-los sobre técnicas e modo de preparação de alimentos, garantir bons momentos de diversão em família e muito mais.

Pensando nisso, preparamos um post com passos simples para ajudar você a começar a cozinhar com as crianças hoje mesmo, se quiser. Ao final, explicamos por que vale a pena apostar nessa atividade e como ela pode ser vantajosa, especialmente para o seu filho.

Vamos lá?

Veja como começar a cozinhar com as crianças

Atitudes simples aproximam as crianças da cozinha e estimulam o interesse dos pequenos pelos alimentos. Acompanhe algumas a seguir!

Faça uma horta em casa

Imagine poder colher temperos fresquinhos junto com seu filho antes de preparar as refeições. Bom, não é? Você não precisa de muito para isso, não. Reutilize recipientes recicláveis para o cultivo de hortaliças e ervas aromáticas, como garrafas pet ou até aqueles potes de sorvete.

Não se esqueça, contudo, de garantir que haja furos na base desses vasilhames, pois isso evita o acúmulo de água e o apodrecimento das raízes. O seu filho pode ajudar na preparação dessa horta e, enquanto trabalham juntos, aproveite para falar dos temperos escolhidos, ensine a cuidar deles e como saber o momento certo para colher cada um.

Escolha receitas atrativas

Cozinhar com crianças precisa ser uma atividade divertida, por isso, é importante buscar receitas atrativas e que agradem o paladar do seu filho. Comece, então, perguntando a ele quais pratos gostaria de preparar. Uma dica importante é priorizar escolhas saudáveis e dispensar alimentos industrializados.

Mais para frente, você pode mostrar ao pequeno novos pratos. Sabe aqueles alimentos que ele nunca experimentou? Então aproveite para criar refeições saborosas com eles. Assim, você estimula a curiosidade do seu filho por sabores diferentes.

Envolva nas etapas de preparação dos alimentos

É bacana envolver o pequeno em todas as etapas de preparação dos alimentos. No começo, você pode pedir para que ele faça coisas simples, como lavar verduras ou legumes, cortar frutas com supervisão ou montar uma salada para a refeição da família.

Veja, a seguir, outras tarefas legais para seu filho fazer:

  • ajudar a montar a lista de compras;
  • preparar a mesa para o almoço ou jantar;
  • quebrar ovos e misturá-los na massa;
  • untar formas de bolo;
  • misturar ingredientes em uma vasilha;
  • ir à feira livre para escolher legumes, verduras e frutas;
  • ajudar a limpar, separar e guardar alimentos;
  • montar pratos divertidos.

Entenda por que é importante investir nessa experiência

Viu como não tem muito segredo para cozinhar com as crianças? Agora que você sabe mais sobre o assunto, explicaremos por que essa experiência é importante para os pequenos. Confira!

Desenvolvimento de uma relação saudável com a comida

Ao envolver o seu filho na cozinha, você dá a ele a oportunidade de aprender desde cedo a preparar uma refeição. Ele descobre como optar pelos alimentos certos e, ainda, se torna mais consciente sobre tudo que consome. No futuro, acredite, será mais fácil para o pequeno escolher comidas mais saudáveis.

E se o seu filho não gosta muito de algum tipo de alimento, essa é a chance de mostrar a ele novas formas de prepará-lo e, quem sabe, tornar o prato mais interessante. Invente combinações diferentes e peça para ele usar a criatividade também. Assim, você cria memórias positivas e, juntos, recriam sabores.

Ensinar a importância das etapas de preparo

Aqui, não se trata apenas de mostrar aos pequenos como realizar cada etapa de preparo das refeições. Cozinhar com crianças ensina a elas muito sobre paciência, sobre a importância de ter de esperar, muitas vezes, para ter o que queremos.

É comum que eles se sintam um tanto ansiosos para fazer as coisas, por isso, envolvê-los na cozinha é essencial para que percebam que algumas coisas levam tempo e dedicação, assim como a preparação de uma boa refeição.

Estímulo do aprendizado

Tarefas como medir ou pesar ingredientes ajudam no raciocínio matemático, sabia? Sem que você perceba, o pequeno fará soma e divisão, além de contar o tempo de cozimento das refeições e aprender sobre temperatura certa dos alimentos.

Enquanto cozinha com as crianças, incentive a leitura de rótulos e receitas para estimular o vocabulário infantil. Outra dica bacana é preparar pratos típicos de países diferentes ou outras regiões do Brasil. Converse com o pequeno sobre a cultura dessas regiões, por exemplo. 

Demonstração sobre as mudanças nos alimentos

Mostre ao seu filho como vegetais e legumes ficam quando são cozidos ou assados. Fale, ainda, sobre aqueles que podem ser consumidos crus. Vale até mencionar os nutrientes das refeições e como um determinado alimento pode favorecer o crescimento do pequeno.

Aproveite para explicar que é essencial fazer o cozimento de alguns alimentos antes do consumo. Avise dos riscos com fogo e da importância da higienização das mãos enquanto prepara os alimentos.

Confira as vantagens de cozinhar com as crianças

Cozinhar com as crianças é vantajoso não só para os pequenos, mas também para pais e professores. Em casa, a atividade melhora a convivência familiar, estreitando laços e criando lembranças familiares positivas.

Essa é, ainda, uma maneira descontraída de trabalhar diversas disciplinas, como português, geografia, história ou química. A matemática, como falamos, pode ser ensinada de uma outra maneira, estimulando a curiosidade do seu filho pela matéria.

Listamos, abaixo, algumas vantagens de cozinhar com crianças, que são:

  • desenvolvimento da autonomia;
  • estímulo da criatividade e imaginação;
  • desenvolvimento da coordenação motora;
  • estímulo do foco e da concentração;
  • organização e senso de responsabilidade.

Neste conteúdo, você viu como cozinhar com as crianças pode ser uma experiência enriquecedora. Como falamos, existem muitos benefícios, mas, além dos momentos de diversão e aprendizado, lembre-se de que a atividade é capaz de criar laços e memórias afetivas para toda a vida. Você pode até começar uma tradição familiar com o pequeno na cozinha, que tal?

Gostou do post? Então aproveite a visita no blog para assinar nossa newsletter e ter acesso a outros conteúdos especiais em primeira mão. 

Sharing is caring!

Você também pode gostar

Deixe um comentário