Dificuldade em Exatas? Conheça os 12 melhores passos para superar esse problema!

dificuldade em exatas
7 minutos para ler

Muitas pessoas têm dificuldade em Exatas, fazendo com que o aprendizado de matérias como Matemática, Física e Química se torne um processo bastante desafiador. Entre os principais obstáculos enfrentados estão os erros de interpretação de questões, falta de método para resolução de problemas, dificuldades com os conceitos, entre outros.

A boa notícia é que existem vários métodos que podem ser aplicados para que esses desafios sejam superados da melhor forma, tornando os estudos mais dinâmicos e satisfatórios. Pensando nisso, separamos algumas dicas incríveis para você. Confira!

1. Estudo ativo com resolução de exercícios

É importante ressaltar que estudar exige o conhecimento adquirido na teoria e na prática. Sendo assim, ler apenas não é o suficiente. Por esse motivo, é necessário realizar exercícios para memorizar e compreender de fato como tudo funciona e ter a certeza que nenhum detalhe vai passar despercebido.

Nesse caso, uma opção é começar pelos exercícios mais fáceis e, gradualmente, ir aumentando o nível de dificuldade das questões.

2. Criação de mapas mentais

Os mapas mentais são elaborados com a finalidade de organizar as informações, de maneira a torná-las mais fáceis de assimilar. Isso é realizado por intermédio de representação de conceitos e ideias, desmembrados a partir de um assunto central.

Essa prática favorece a compreensão e resolução de problemas, além de contribuir para a memorização e aprendizado. Para isso, é preciso iniciar o processo de criação do mapa com anotações ou desenhos da ideia, que será o tema central.

Então, em torno dele, faça desenhos de balões e ramificações, para englobar os pensamentos relacionados ao ponto-chave e, após, desenvolver as subdivisões que achar preciso.

3. Utilização de problemas cotidianos para ampliar o entendimento

Sempre que possível, é importante aplicar as matérias de Exatas, como a Matemática, em situações do dia a dia. Isso porque, ao aplicar as matérias aprendidas a algo concreto, é mais fácil de entender. Por exemplo, ao ir ao supermercado, é possível comparar o preço dos produtos, verificar o peso e grama dos itens, composições químicas e demais aspectos.

4. Esclarecimento de dúvidas com os professores

É essencial esclarecer todas as dúvidas sobre o tema. Para isso, é importante contar com o auxílio dos professores, que têm os meios e experiências para explicar tudo de forma dinâmica e clara.

Além disso, com esse auxílio é possível identificar os pontos que precisam ser fortalecidos, a necessidade de voltar à base da disciplina e demais problemas que podem se tornar empecilhos para um processo de aprendizagem eficaz.

5. Aplicação de diversão nos estudos

Aprender as matérias de Exatas pode ser mais atrativo quando estão ligadas a formatos interessantes, como jogos e aplicativos. Contar com essas ferramentas vai deixar o aluno mais motivado e engajado nas matérias, além e acelerar o entendimento. Com o avanço da tecnologia, muitos recursos que misturam Exatas e diversão podem ser encontrados.

6. Busca por aprender e não decorar

O apropriado é aprender, e não decorar. Afinal, ao decorar uma matéria fica muito mais fácil de esquecer, ao contrário, quando realmente o estudante aprende, grava os assuntos por muito mais tempo.

Nesse caso, o ideal é não repetir os exercícios, tendo em vista que serão resolvidos de forma igual, sem compreender e, caso em outro exercício algum detalhe seja alterado, não saberá o que fazer. Também, as respostas não devem ser vistas antes de solucionar os exercícios, já que isso pode levar à resposta de maneira forçada.

7. Manutenção do hábito de estudar

É fundamental manter uma rotina de estudos programados. Quando o aluno estuda com frequência, com horários regulares, consegue ter uma melhor concentração e, dessa forma, absorver o conteúdo de forma completa, melhorando os resultados significativamente.

8. Criação de um ambiente livre de distrações

Estudar as matérias de Exatas exige muita concentração. Por isso, é preciso ter um ambiente apropriado, que não tenha nenhum tipo de distração capaz de tirar o foco dos estudos, principalmente ao solucionar problemas e exercícios complexos.

Para contribuir com essa prática, é preciso deixar televisão, celular e demais eletrônicos de lado, ficar longe de qualquer ruído que possa afetar o processo de conhecimento, entre outras medidas relevantes para evitar o desvio do foco no que realmente importa.

9. Investimento na autoexplicação

A ideia da autoexplicação é que o aluno leia o texto e possa explicar para ele mesmo em voz alta. Para isso, é sempre bom fazer uma relação com outras matérias e informações que possam ter ligação com a leitura.

Assim, é possível trabalhar com o raciocínio e memória, construindo uma linha de pensamento que consegue captar tanto o assunto lido quanto os temas conectados.

10. Uso dos mnemônicos

O mnemônico pode ser aplicado em, praticamente, qualquer área. No entanto, é muito comum em matérias de Exatas. Para isso, o estudante pode:

  • criar frases que possam ser relacionadas a uma ordem;
  • elaborar siglas em que cada letra lembre uma palavra ou um conceito;
  • refletir sobre sentenças em que cada inicial faça referência a assuntos dentro de um tema em comum etc.

É importante salientar que essa técnica tem maiores chances de sucesso em fixação em curto prazo, sendo uma boa opção para revisões de fim de semestre.

11. Associação de imagens a conceitos abstratos

É uma estratégia de estudos eficiente, já que permite memorizar os conteúdos ligados a Exatas com mais facilidade. Isso abrange a memorização de algarismos que, por serem conceitos abstratos, exigem maior esforço para guardar na memória.

Nesse caso, basta elaborar uma associação entre números e imagens de objetos concretos. Assim, ao pensar no número o estudante logo vai se lembrar da imagem associada. Para aumentar a chance de sucesso, o indicado é apostar em imagens mentais fortes, coloridas e que podem ser guardadas de maneira mais simples.

12. Gravação de áudios

Outro ótimo método para superar a dificuldade em Exatas é usar recursos de audição, que consistem em ouvir o que deseja aprender. Essa forma de fortalecer a aprendizagem tem como base os estímulos auditivos, que contribuem para o cérebro fixar conteúdos na memória de longo prazo.

Sendo assim, o ideal é ler os temas em voz alta e gravar as leituras. Após, basta o aluno ouvir o mesmo assunto, quantas vezes achar necessário, até identificar que ocorreu a completa assimilação.

Como vimos, existem vários métodos que podem ser usados para lidar com a dificuldade em Exatas. Por isso, é essencial considerar que cada estudante se adequa melhor a um tipo de estratégia. Além disso, é importante manter a rotina, o foco e dedicação para melhorar os resultados.

Quer saber como as metodologias utilizadas pelo Colégio Batista Brasileiro podem ajudar nesse processo? Então, entre em contato agora mesmo!

Sharing is caring!

Você também pode gostar

Deixe um comentário