Importância da leitura: como incentivá-la na educação infantil?

importância da leitura
6 minutos para ler

Com o aumento do uso de dispositivos eletrônicos como principal fonte de entretenimento, outras atividades, como a leitura, acabam ficando em segundo plano na rotina das crianças. Embora a tecnologia seja uma forte aliada para inúmeras questões, ela deve coexistir com outros hábitos saudáveis.

É aí que a importância da leitura se faz presente, já que seus benefícios perduram por toda a vida. O hábito contribui para a formação de indivíduos mais preparados para lidar com o futuro. O grande desafio para os pais é como conscientizar os filhos sobre isso e tornar a sua prática atrativa, em meio ao excesso de estímulos gerados pela inovação tecnológica.

Quer saber mais sobre o assunto e como inserir a leitura na vida do seu filho desde a infância? Confira!

Os benefícios da leitura no desenvolvimento infantil

Embora a leitura seja muito abordada como uma prática positiva, é preciso entender quais são, de fato, seus benefícios e como ela impacta a infância e contribui para a formação da criança ao longo dos anos. Veja a seguir.

Desenvolve a percepção de mundo

A leitura permite que a criança conheça outros locais e culturas diferentes daquela em que está inserida, ampliando seu entendimento sobre o mundo nos mais diversos campos do conhecimento. Isso porque as possibilidades da leitura são infinitas e cada livro, com certeza, apresentará alguma coisa que ela, até então, desconhecia.

Por mais que determinado conhecimento não seja aplicável de forma prática na vida da criança, o desenvolvimento dessa percepção de mundo contribuirá para que ela enxergue a realidade além daquilo que está em sua rotina.

Estimula a curiosidade

Ao adentrar novas realidades, os naturais questionamentos que as crianças apresentam se manifestam de forma positiva. Assim, contribuem para que desenvolvam senso crítico e se tornem pessoas ligadas ao que está além da superfície dos fatos.

A importância da leitura para o estímulo à curiosidade deve ser levada pelos pais como uma característica positiva. Ela indica que a criança está atenta ao que lê e é capaz de questionar o que lhe é desconhecido.

Melhora as habilidades linguísticas

A comunicação interpessoal é uma das principais habilidades do mundo moderno e deve se manter relevante no futuro. Na contramão disso, vemos cada vez mais adultos que não sabem se expressar corretamente e que apresentam dificuldade na interpretação de textos, bem como na escrita e na fala.

A leitura é um dos principais hábitos a serem desenvolvidos para reforçar as habilidades relacionadas à linguagem. Ela pode, inclusive, ser incentivada não apenas no idioma nativo, mas também, como forma de fixar os aprendizados da língua inglesa, por exemplo.

Aumenta o foco e a concentração

Em uma realidade repleta de informação e estímulos diversos, o foco e a concentração se tornaram habilidades essenciais para o bom desempenho escolar das crianças. Além disso, prepara os jovens para as necessidades da vida adulta.

Nesse sentido, a leitura se faz importante, pois é uma atividade imersiva, que exige total dedicação, estimulando o cérebro a ter atenção plena e criando o hábito de ter foco na atividade exercida no momento.

Os desafios de incentivar a leitura para crianças

Como já mencionamos, a tecnologia acaba sendo a principal vilã do incentivo à leitura. Por isso, é preciso que os pais estejam atentos.

O ideal é fazer o controle do uso de dispositivos eletrônicos, criando uma rotina de estudos para que as crianças aprendam a transitar pelo mundo virtual, sem deixar de lado o mundo físico. É aí que a leitura se faz importante e pode ser um meio de driblar os desafios que a tecnologia impõe aos pais.

Ela pode ser usada como uma alternativa divertida para manter os pequenos desconectados por alguns períodos do dia. Veremos, a seguir, como estimular a leitura na rotina das crianças.

Inclua os livros no cotidiano da casa

Sabemos que o direcionamento dos adultos é extremamente importante para a formação das crianças, mas nada educa mais do que o exemplo. Isso significa que os pais só conseguirão estimular os filhos a ler, caso essa seja a realidade da casa. Diante disso, que tal incluir os livros nas atividades cotidianas da família?

Os pais podem criar um ambiente destinado à leitura na casa, além de usar livros para consultar receitas, para aprender coisas práticas relacionadas às tarefas rotineiras e destinar momentos em que todos os membros da família se concentrarão em uma leitura conjunta. É possível criar, por exemplo, um horário para o momento devocional com as crianças.

Trate a leitura como lazer, e não como obrigação

Na ânsia por tornar seus filhos leitores assíduos, muitos pais acabam obrigando seus filhos a ler. Mas isso não poderia ser uma forma mais efetiva de desestimulá-los.

Isso porque a leitura deve ser apresentada às crianças como fonte de prazer e entretenimento para que o hábito seja inserido em sua vida. Dessa forma, conforme for amadurecendo, ela a utilize como ferramenta de conhecimento e desenvolvimento.

Por isso, é ideal que os pais conheçam os interesses dos seus filhos e comecem a oferecer livros relacionados às suas preferências. Mostre que a leitura, antes de tudo, é uma prática extremamente prazerosa.

Frequente ambientes ligados à leitura

Outra forma de despertar o interesse das crianças para a leitura é frequentar ambientes inspiradores, em que o contexto geral do local sejam os livros. Por isso, crie o hábito de levá-los a livrarias, bibliotecas, feiras de livros e locais relacionados.

Você também pode incentivar pequenos eventos em sua casa com amigos e familiares, como clubes de livros e encontros para troca de exemplares.

Gostou das nossas dicas sobre a importância da leitura e de como inserir os livros na vida de seu filho de forma prazerosa? Embora criar esse hábito possa ser um desafio para os pais, com dedicação e um pouco de paciência é possível ter êxito nessa tarefa.

Quer saber mais sobre como lidar com os principais desafios na educação dos seus filhos? Então, confira o artigo que trata sobre o excesso de exposição à tecnologia e seus efeitos na vida das crianças.

Sharing is caring!

Você também pode gostar

Deixe um comentário