Como saber o quanto um YouTuber pode influenciar seu filho?

influencia do youtube
8 minutos para ler

Você já parou para pensar na influência dos YouTubers na vida do seu filho? Atualmente, não é incomum que crianças e adolescentes fiquem muito tempo em frente às telas do YouTube e tenham acesso aos conteúdos compartilhados por uma grande variedade de canais. No entanto, esse costume pode ser muito mais nocivo do que você pensa, inclusive no que diz respeito ao incentivo a atos e pensamentos com os quais você e sua família não compactuam.

Mas, afinal, por que é importante acompanhar o que a criança e o adolescente assistem? Quais os perigos de eles entrarem em contato com determinados vídeos na Internet? O que você pode fazer a esse respeito? É justamente sobre isso que trataremos neste artigo! Continue a leitura!

Quais são os riscos da influência do YouTuber para as crianças e adolescentes?

O alcance cada vez maior dos vídeos na Internet criou uma profissão nova: a de YouTuber. São pessoas de todas as idades, mas principalmente jovens, que idealizam canais na plataforma e fazem disso uma fonte de renda. Com o tempo e o sucesso, tornam-se influenciadores digitais, ou seja, uma espécie de exemplo para aqueles que estão assistindo-os. Assim, promovem ideias e até mesmo produtos e serviços.

Diante desse cenário, é necessário entender quais são os riscos da exposição não monitorada ao YouTube na infância e na adolescência. A plataforma oferece uma série de conteúdos dos mais diferentes segmentos, de informativos a humorísticos.

Por lá, há diversos materiais ricos, educativos e interessantes, que auxiliam as pessoas no dia a dia e as divertem. No entanto, nesse meio, também existem vídeos que podem não ser adequados para os seus filhos. É importante orientá-los a ter sabedoria para compreender o que é ou não saudável.

A grande questão é que nos primeiros anos de vida, os seres humanos ainda têm pouca maturidade para lidar com tudo aquilo que veem. Os mais jovens podem não ter o discernimento necessário para saber o que é bom ou não para a vida deles. O que aparenta ser algo legal nas telas pode parecer algo extremamente divertido fora delas também, mas no fim leva a grandes prejuízos.

É justamente nessa hora em que tudo se mostra atrativo que as crianças e adolescentes podem imitar comportamentos, sentimentos e até modos de falar dos produtores de conteúdo. Infelizmente, nem sempre essas pessoas são um bom exemplo a ser seguido.

Como identificar se um YouTuber está influenciando seu filho?

Os efeitos desse tipo de exposição nociva mais cedo ou mais tarde começam a aparecer. Por isso, é essencial que os pais estejam atentos ao comportamento dos filhos e à influência do YouTuber no dia a dia.

Mas como saber se um influencer, de fato, tem servido como um modelo de (má) conduta? Há alguns sinais que trataremos a seguir!

Avalie mudanças bruscas de comportamento

Seu filho era muito educado e tinha um bom vocabulário, mas, de repente, começou a falar palavrões? Era uma criança ou um adolescente amoroso, que tratava bem os colegas e professores, mas tornou-se agressivo? Passou a responder mal aqueles que cuidam dele e o educam de alguma forma?

Esses são alguns dos sinais de que o seu filho pode estar sendo vítima da má influência de um YouTuber. Mudanças bruscas de comportamento podem significar que ele está sendo exposto a um tipo de conteúdo com o qual não tem maturidade para lidar.

Observe as novas formas de brincar

Uma das formas de as crianças e adolescentes se expressarem são as brincadeiras. Portanto, é necessário estar muito atento às formas de divertimento. Se ele mudou de gostos rapidamente, seu filho pode estar copiando algo que vê no YouTube.

Brincadeiras violentas ou que desrespeitam os outros, por exemplo, podem ter raízes em algum vídeo que o incentivou a ter determinado tipo de atitude. Muitos conteúdos dão ideias que não condizem com o que os pais desejam para o comportamento dos seus filhos.

Atente ao rendimento escolar

As notas escolares também podem dizer muito sobre o seu filho. Ele não está indo bem no colégio? O rendimento caiu? Ele está se interessando muito mais por outros assuntos em vez dos estudos? Tudo isso pode estar apontando para uma grande exposição às telas, que, em algum momento, tornaram-se uma prioridade.

Além disso, ao ter contato com YouTubers que parecem não ter responsabilidade com as aulas e com os próprios estudos, os mais jovens podem ser influenciados por esse tipo de pensamento e diminuírem a importância da escola em sua vida.

Lembre-se: o desempenho escolar do seu filho tem muito a dizer a você.

Observe se seu filho cita muito algum YouTuber

Outra maneira de verificar a influência de um YouTuber na vida do seu filho é observar o quanto ele cita determinada pessoa no dia a dia. Você percebe que a criança ou adolescente constantemente tem uma história de um YouTuber para contar? Sempre fala dele, de forma recorrente e até mesmo exagerada? Repete jargões? Pede para comprar produtos do influencer? Tudo isso pode ser um sinal de alerta.

Como controlar essa influência?

Você identificou algum ou alguns pontos listados aqui no comportamento do seu filho? Não identificou, mas tem receio da influência de um YouTuber na vida dele futuramente? Não se preocupe, pois existem, sim, formas de lidar com isso. Dessa forma, preparamos as dicas abaixo!

Utilize a ferramenta YouTube Kids

O próprio YouTube oferece um recurso que auxilia os pais no controle ao que os filhos assistem: o YouTube Kids. O app conta somente com conteúdo adequado para os pequenos, além de filtros especiais de pesquisa e possibilidade de limitar o tempo de tela.

Controle o acesso ao YouTube

A influência de um YouTuber é nociva para o seu filho? Limite o acesso à plataforma. Não permita ele fique muito tempo assistindo aos vídeos e utilize os recursos disponíveis para que ele veja apenas os conteúdos que você deseja.

Pode-se permitir o acesso somente quando o filho tiver feito todas as obrigações do dia, por exemplo, e por um curto período. Além disso, é importante não deixá-lo fechado no quarto, para que todos consigam ouvir o que está assistindo.

Assista aos vídeos juntos

Fato é que, muitas vezes, você pode não ter tempo suficiente para assistir a todos os vídeos que o seu filho quer, embora seja importante não deixá-lo sozinho em frente às telas. Mas, sempre que possível, esteja ao lado dele quando ele estiver navegando pelo YouTube.

Dessa forma, você saberá as preferências da criança ou adolescente, terá acesso aos conteúdos e poderá ajudá-lo a fazer boas escolhas em relação ao que deve ou não assistir. Além disso, terá a oportunidade de orientá-lo sobre o que é ou não um bom exemplo a ser seguido.

Incentive práticas off-line

Por fim, mostre para o seu filho que o dia a dia fora da influência das redes sociais pode ser muito divertido. Nesse sentido, você já ouviu falar da cultura maker? Trata-se de uma metodologia que tem como base o conceito do “faça você mesmo”. Você pode pensar em atividades que englobem esse princípio.

Chame também seu filho para brincar ao ar livre, para escutar uma boa história, para passar um tempo maior com um animalzinho de estimação, para se dedicar à leitura de um livro. Usando a criatividade, a criança ou adolescente poderá até mesmo se surpreender com um universo de possibilidades que ele tem para se divertir.

A influência de YouTubers pode ser prejudicial para o seu filho. Tipos de comportamentos, de expressões e de sentimentos podem ser copiados de pessoas que não são um exemplo de conduta. Portanto, esteja atento ao que a criança ou adolescente assiste, pesquise os influencers de maior sucesso entre o público infantil e conheça cada um deles.

Gostou deste artigo? Que tal receber nossos conteúdos diretamente no seu e-mail? Assine a nossa newsletter!

Sharing is caring!

Você também pode gostar

Deixe um comentário