Confira quais as 4 maiores dificuldades dos alunos em interpretação de texto!

interpretação de texto
7 minutos para ler

Se você tem por hábito acompanhar os noticiários, é possível que tenha ouvido ou lido a respeito de uma pesquisa realizada pela Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE). De acordo com o relatório emitido, uma parcela expressiva de jovens de, aproximadamente, 15 anos — de 80 diferentes países — tem dificuldade de fazer a diferenciação entre fatos e opiniões.

Mais precisamente, os dados revelaram que sete em cada dez alunos não têm essa habilidade de alfabetização bem-desenvolvida. Inclusive, um dos aspectos destacados como uma lacuna na educação brasileira é a falta de interpretação de texto.

No entanto, quais são os maiores entraves que os estudantes enfrentam no desenvolvimento dessa capacidade? Por que é tão necessário trabalhá-la?

Neste conteúdo, não só responderemos a essas questões, mas também daremos dicas de como os pais podem auxiliar os filhos a aprimorarem essa aptidão. Vamos conferir?!

Quais são as maiores dificuldades dos estudantes no momento de fazer a interpretação de texto?

Embora não necessariamente cada estudante apresente o mesmo nível de dificuldade ou os mesmos entraves no momento de interpretar um texto, é possível destacar os problemas mais comumente enfrentados. Por isso, a seguir, elencamos os principais.

1. Falta de compreensão geral

Não é incomum que os adolescentes até consigam compreender partes isoladas a partir da leitura de um texto, mas não sejam capazes de atingir o entendimento da sua integralidade.

Contudo, como tratamos de materiais que compõem um todo coeso, a apreensão da sua totalidade é fundamental. Sendo assim, o primeiro passo para eliminar esse entrave é insistir na assimilação integral do conteúdo, não se limitando a análises pontuais, restritas a apenas alguns trechos.

2. Ausência de um prévio conhecimento

Quanto maior o domínio do estudante acerca de assuntos gerais, melhor será a sua capacidade de interpretação de texto. A razão por trás disso é que, em regra, os conteúdos — por mais variados que sejam — estão inseridos dentro de um contexto.

Desse modo, eles “dialogam” com a realidade, com o mundo. Por isso, um adolescente que não procura ter um nível básico de conhecimentos gerais muito provavelmente terá dificuldades em desenvolver essa habilidade.

3. Inaptidão para identificar o assunto central do texto

Os textos, em geral, apresentam e abordam uma temática central e é a partir dela que todos os argumentos e as ideias são desenvolvidas. Então, se esse reconhecimento representa um desafio para o seu filho, a interpretação do conteúdo será dificultada, do mesmo modo que ele dificilmente terá facilidade para responder a perguntas acerca dele ou debater a seu respeito.

4. Inabilidade para descobrir o posicionamento do autor

Complementando o tópico anterior, mais do que conseguir reconhecer o tema central em torno do qual as ideias e os argumentos de um texto giram, é necessário também saber reconhecer o posicionamento adotado pelo autor acerca do assunto.

Isso porque, embora, em determinados materiais, a opinião seja explicitada, em outros, ela precisa ser “captada” nas entrelinhas, o que exige uma boa capacidade de interpretação. 

Se essa for uma das dificuldades enfrentadas pelo seu filho, o ideal é praticar mais e mais a leitura com o foco especialmente voltado para a percepção de maneiras indiretas de se expressar algo que se quer dizer — o que pode se dar, por exemplo, por meio de ironias. 

Por que é tão fundamental desenvolver a capacidade de interpretação de texto?

Inicialmente, é imprescindível entender que, independentemente da área profissional em que o seu filho almeja atuar futuramente, a interpretação de texto, de alguma forma, estará presente.

Isso porque é possível afirmar que essa é uma capacidade-chave para quaisquer tipos de leitura, abarcando, por exemplo, desde enunciados de problemáticas de Matemática até o desenvolvimento de redações como uma etapa de um processo seletivo para o preenchimento de uma vaga em uma empresa.

Dito tudo isso, em termos ainda mais simples, nada pode escapar dela quando existe a necessidade de compreender ou converter as ideias em palavras escritas.

Sendo assim, é inegável que dificuldades de interpretação de texto não enfrentadas — principalmente durante o período escolar — serão levadas para a vida adulta. e impactarão negativamente os seus mais diversos aspectos, gerando até mesmo problemas no desenvolvimento do senso crítico e da capacidade de absorção de informações.

Como é viável auxiliar os filhos a desenvolverem essa aptidão?

Ao notarem que os filhos vêm enfrentando dificuldades na interpretação, seja por meio de uma queda no rendimento escolar, seja por meio de condutas observadas no cotidiano — por exemplo, uma inaptidão para compreender um comentário sarcástico em meio a um diálogo —, os pais podem (e devem) atuar, em conjunto da instituição de ensino, em prol do desenvolvimento dessa habilidade.

Separamos nos próximos parágrafos algumas dicas sobre como auxiliar adolescentes a aperfeiçoarem essa capacidade.

Incentive o hábito diário da leitura

Como afirma o velho e conhecido ditado: a prática leva à perfeição. Desse modo, nada será tão eficaz para eliminar as dificuldades relativas à leitura do que…ler!

É claro, porém, que estimular um adolescente que ainda não desenvolveu prazer na leitura pode representar um desafio, então, uma boa dica é, por exemplo, presenteá-lo com gêneros que têm mais chances de despertar o seu interesse e envolvê-lo.

Para acertar na escolha, pode ser interessante observar os filmes e as séries as quais o seu filho costuma assistir. Ele gosta de tramas de mistério? Então, começar por aí pode ser uma boa pedida!

Se possível, elimine as distrações no entorno

A compreensão e a interpretação de um texto só serão possíveis se o seu filho conseguir se concentrar no que está lendo — e isso vale para materiais relativos às disciplinas escolares ou para a leitura incentivada com o intuito de torná-la, de repente, um hobby.

A questão é que também é possível “dar uma forcinha” nesse ponto, por exemplo, procurando evitar distrações, como conversas paralelas em um tom de voz alto, reduzindo o volume da TV, buscando manter a casa mais silenciosa durante o período ou, até mesmo, se viável, criando um “cantinho da leitura”, que ajude a tornar esse momento ainda mais prazeroso.

Peça resumos do que foi lido

Essa dica também vale para conteúdos passados pelos professores e para os livros de histórias — e, sejamos sinceros, talvez funcione melhor para a segunda alternativa.

Nesse sentido, uma boa prática que você pode tornar um hábito, por exemplo, é pedir ao seu filho que produza pequenos resumos que relatem os personagens principais e a trama em torno da qual a história gira.

Isso ajudará você, inclusive, a perceber se tem ocorrido uma evolução no desenvolvimento da capacidade de interpretação de texto do adolescente.

Além disso, é possível tornar esse momento até mais divertido, já que você pode comprar um exemplar para ambos e, depois, ter a chance de debater sobre o enredo com o seu filho, compartilhando opiniões, percepções acerca dos personagens etc., como uma espécie de “clube do livro” mesmo.

Como você pôde ver, a capacidade de interpretação de texto é requerida em todas as áreas do conhecimento e faz-se necessária ao longo da vida, tornando, então, fundamental que todas as dificuldades de desenvolvimento dessa habilidade sejam enfrentadas e eliminadas.

Contudo, você, como pai, ao perceber os primeiros sinais de inaptidão para a compreensão de conteúdos — sejam simples, sejam complexos —, tem a chance de ajudar o seu filho a contorná-las e aperfeiçoar essa capacidade que impactará os mais diversos aspectos ao longo de todas as etapas, inclusive na fase adulta.

Este artigo foi útil e você já está estudando como colocar as nossas dicas em prática? Então, que tal aproveitar a visita ao blog e assinar a nossa newsletter? Assim, você receberá as próximas publicações diretamente na sua caixa de entrada. É rapidinho e gratuito!

Sharing is caring!

Você também pode gostar

Deixe um comentário